Profissional Coach & Treinamento Coaching Pessoal

“E ENTRAM EM CAMPO OS ‘COACHES’ DE VIDA” – O GLOBO NITERÓI

slide-12"Traduzida do Inglês, a palavra coach significa treinador. Desses de time de futebol, de vôlei, basquete... Mas se engana quem pensa que eles atuam só na área dos esportes. Com habilidade de um craque, um novo tipo de profissional ganha cada vez mais espaço no mercado niteroiense: são os coaches de vida. A partir de perguntas básicas e diretas como "o que você ganha e o que perde se conseguir o que deseja?" ou "o que você pode mudar para melhorar sua performance em determinada área?", eles consuzem seu cliente a um processo de autoconhecimento, que busca o equilíbrio e a realização pessoal e profissional por meio de transformações no comportamento. [...] O coach Roberto Mattoso, da Consultoria em Desenvolvimento Humano A Ponte Mattoso, com escritórios em Icaraí e Itacoatiara, ressalta a principal premissa do Coaching: -- É um processo de desenvolvimento humano com foco na prática, na solução, que ajuda o cliente a ir do estado atual ao estado desejado. Mas não interfiro nas escolhas - afirma o profissional, que costuma complementar sessões com conversas, música, slackline e sinuca. = isso não faz parte do coaching, mas ajuda na descontração, no equilíbrio, no foco. É uma forma lúdica de colocar o coach em prática. Cliente de Mattoso, a jornalista Alessandra Martins percebeu logo a mudança na forma de encarar os problemas: "O coaching me ajudou muito a conhecer minhas qualidades e, principalmente, a saber ouvir as pessoas. É um processo de autoconhecimento, mas de forma rápida, objetiva e dinâmica." A gestora cultural Karla Martins gostou tanto das sessões com Mattoso que pensa em se tornar uma coach: "Eu queria dar uma guinada na minha carreira, e o coaching foi muito importante para eu ter foco na meta definida. Acabei assimilando este estilo de vida e já vislumbro muitas possibilidades, inclusive a de ser coach." A técnica do coaching se desenvolveu a partir da experiência do treinador de tênis Timothy Gallwey, que observou como o pensamento interferia no comportamento de jogadores e lançou o livro "The inner game of tennis" (O jogo interior do tênis), na década de 70. [...]" Texto: Marta Paes Foto: Guilherme Leporace
*Matéria originalmente em 22 de Outubro de 2011

Deixe o seu comentário

*