Profissional Coach & Treinamento Coaching Pessoal

O COACH É UM ARQUEÓLOGO HUMANO QUE AJUDA O CLIENTE A ENCONTRAR O TESOURO QUE JÁ POSSUI – REVISTA O FLU


"O COACH É UM ARQUEÓLOGO HUMANO QUE AJUDA O CLIENTE a encontrar o tesouro que já possui!" - Roberto Mattoso

COACH MATTOSO na REVISTA 'O FLU'


No caminho das METAS

PROFISSIONAL AJUDA CLIENTES A ENCONTRAR O FOCO DE SEUS OBJETIVOS PROFISSIONAIS E ATÉ DE VIDA. *Por Roberta Thomaz materia-REVISTA-O-FLUTodo mundo tem um sonho: conquistar uma promoção, passar em um concurso, comprar um carro ou, quem sabe, morar em outro país. Com uma rotina cansativa, porém, a maioria das pessoas acaba por guardar os sonhos na gaveta, à espera da possibilidade de concretizá-los. O que muitos não enxergam, é que essa chance não surge simplesmente: para merecer uma conquista, é necessário se dedicar inteiramente ao objetivo. Felizmente, aqueles que esqueceram os sonhos no meio caminho podem contar com a ajuda de um coach – o profissional que atua de forma a encorajar o cliente a conquistar sua meta. De origem inglesa, o termo “coach” foi inserido no mundo dos esportes para designar o papel de treinador. De acordo com a metodologia do coaching, o treinador (coach) estaria à beira do campo apenas para ajudar o jogador (cliente) a marcar o gol da vitória. Ou seja: o coach é um líder que está inteiramente a serviço do seu time. “O coaching é um processo de desenvolvimento pessoal e profissional que reúne técnicas, ferramentas e modelos que nasceram de áreas como a psicologia, a filosofia e a administração. O coach desenvolve campos e habilidades que ajudam o cliente a alcançar seu objetivo. A demanda por pessoas capacitadas que auxiliem os profissionais a construir melhor suas competências e habilidades aumenta constantemente. Assim, a carreira de coaching é considerada uma das mais promissoras no Brasil e no mundo”, afirmou Bruno Juliani, diretor-geral da Academia Brasileira de Coaching. De acordo com Bruno, que é certificado internacionalmente como Master Coach Trainer, existem quatro tipos de coaching: Executivo, de Negócios, de Carreira e de Vida. “O Coaching executivo é destinado às pessoas que desejam desempenhar melhor sua própria liderança, enquanto um Coaching de Negócios é direcionado a empreendedores ou organizações que visam o desenvolvimento de seus colaboradores. Já o Coaching de Carreira serve para as pessoas que queiram definir melhor o rumo das suas conquistas profissionais. Por fim, o Coaching de Vida é um processo constante de desenvolvimento e evolução do potencial humano como um todo”, explicou. O coach e o cliente se encontram em sessões que duram cerca de uma hora e meia. Durante o período, o coach atua de forma a motivar e estimular o cliente por meio da reflexão sobre determinados aspectos. O profissional não trabalha a partir de julgamentos ou críticas, mas de questionamentos. Entre eles, perguntas como “quanto me custa não conquistar meus objetivos?”. A ideia de que a técnica serve apenas para executivos é ilusão: a metodologia é ideal para qualquer pessoa que esteja disposta a se dedicar à conquista de um objetivo. Médicos, engenheiros, psicólogos, jornalistas, poetas, músicos e todos os tipos de profissionais estão aptos a participar do processo, além de pessoas que busquem resultados em concursos públicos. “Eu estava completamente perdida e sem foco. Até sonhava em me aprimorar profissionalmente, mas não tinha força para buscar meus objetivos. Um dia comentei com minha amiga que precisava de alguém para administrar a minha vida. Imediatamente ela me indicou um coach. Segui o conselho, após algumas sessões eu já estava atendendo os pacientes no meu consultório e ganhando muito mais do que antes”, contou a nutricionista Marina Seidl. De acordo com a profissional, os encontros ajudaram a traçar suas metas e definir seus reais objetivos. “Só assim eu consegui me estabelecer. Não só cresci profissionalmente, como melhorei em diversos aspectos pessoais. Hoje, por exemplo, faço aula de violão, coisa que eu sempre quis fazer. Antes, eu deixava a vontade para lá. Agora, não só toco como faço aula de canto”, comentou Marina. Os interessados pelo método podem ir além e buscar a própria formação. O programa é voltado para quem quer usufruir do próprio potencial. O objetivo é formar coaches que possuam conhecimento e prática no modelo de gestão pessoal, comportamento e performance pessoal e executiva. “A formação gera mudanças de hábitos e comportamento. A gente aprende a focar na solução, não no problema. O coach é uma espécie de arqueólogo humano que ajuda o cliente a encontrar o tesouro que está dentro dele”, conta o coach Roberto Mattoso, certificado pela Academia Brasileira de Coaching. *Matéria originalmente publicada na Revista O FLU em 1° de Abril de 2012

Deixe o seu comentário

*